Viagem Espanha - Barcelona

Barcelona é pura agitação e modernidade. Acertei em cheio em visitá-la no verão.

A passagem de Madrid a Barcelona foi $22,00 (ida e volta) e fomos pela Alsabus. A melhor opção é pegar para viajar a noite, pois como são 8hs de viagem, acabamos chegando as 7hs lá e economizamos uma estadia. Assim que chegamos lá, fomos atrás de um hostel, há muitos bem econômicos, mas naquela altura, estavam com lotações praticamente completas. Tivemos sorte de encontrar vaga. (Uma dica: antes de ir, sempre faça uma reserva para não ter que se preocupar com isso na hora). Só não consegui reservar antes por causa de problema na internet e estava muito em cima, então acabamos indo na sorte.
Mas nossa hospedagem foi perfeita, estávamos bem ali em La Rambla, e bem enfrente ao Mercado La Boqueria, point central de Barcelona.




A primeira vista quando chegamos estava bem tranquilo. Mas foi só deixar as malas e tirar um cochilo de duas horinhas para voltar a rua e ver um mar de gente passeando por La Rambla. E era o mundo em Barcelona, em cada pessoa que me esbarrava ouvia um idioma diferente, fora o catalão que era muito normal ouvir. Passamos o dia inteiro andando e descobrindo ruelas e novas paisagens.

No dia seguinte, aproveitamos para pegar o bus turistico que gira a cidade inteira pelos principais pontos. Como tínhamos pouco tempo por lá, achamos uma ótima opção. E valeu muito a pena. Haviam tres onibus com rotas diferentes (vermelha, amarela e azul) e cada uma focava uma região, podíamos descer nas paradas e girar quantas vezes queríamos.


Passamos pela maravilhosa igreja da Sagrada Família, Parque Guell, Orla da praia, Estádio Camp Nou, Casa Batló, La Pedrera, e tantos outros lugares menos conhecidos mas que também tinham lá sua magia. Dalí, Gaudi, Picasso, em cada esquina parecia encontrar algumas de suas artes.





O metrô de Barcelona, é bem interessante, pois as placas estão sinalizadas, todas em catalão e demorei para encontrar a saida. É mais antigo que o de Madrid, mas tão eficiente quanto.






E não só de dia, mas também a noite a cidade ferve e é pura animação. Em cada lugar, gente jovem, bonita, animada, oferecendo chupito grátis e vários ritmos para curtir. Enquanto estávamos decidindo onde ir e desfrutando de uma deliciosa pizza, fomos indicadas pelo dono do bar de ir em uma balada brasileira que estava acontecendo no bar Harlem jazz. Fomos lá conferir e estava com saudades de um bom sambinha. Aproveitamos a noite pra dançar enquanto os gringos mexiam os dedinhos. Fomos até conversar com os músicos e dar aquele apoio. E todo mundo estava curtindo o som.



Já no nosso último dia, fomos ainda tomar sol e apreciar a paisagem perto do porto de Barcelona. Ainda deu tempo de pegar um almoço muito rico, e logo a parte chata: arrumar a mochila. Fomos até a rodoviária de metrô  e pegamos o bus de volta pra Madrid. Chegamos a noite, super cansadas mas muito satisfeitas de ter conhecida um lugar com uma energia muito boa.


Por isso vale a pena conhecer Barcelona. Confesso que me senti no filme do Woody Allen (Vicky, Cristina, Barcelona), e da próxima vez reservarei uns dias a mais para desfrutar daquela cidade maravilhosa. Recomendo!

Comentários